Instalando e Configurando o Grails

Salve!

Neste post falaremos sobre a instalação e configuração do Grails.

Apesar de ser utilizar mais o Ubuntu, este artigo falara sobre a instalação do Grails no Windows. Lembrando a instalação do Grails é simples, mas, mesmo assim estarei falando sobre a mesma para que exista outro local com todas as informações necessárias para quem quer se aventurar neste mundo ágil de desenvolvimento em Grails.

Tudo começa com o nivelamento e como estamos falado de Grails que funciona em ambiente Java as variáveis de ambiente precisam estar devidamente parametrizadas. Ou seja precisamos que exista tanto o JAVA_HOME  apontando para o diretório de instalação do Java na máquina e o PATH apontando para a pasta bin dentro do diretório descrito acima.

  1. Faça do download do binário no seguinte diretório: http://grails.org/Download;
  2. Crie a variável de ambiente GRAILS_HOME com o diretório onde foi descompactado o zip do Grails;
  3. Em seguida insira o diretório bin do Grails na variável Path;

Para verificar se o mesmo foi instalado/configurado corretamente, acesso o prompt de comando e digite o seguinte comando:

grails –version.

Por: Jonatas Emidio

Anúncios

Aprendendo Grails

grails-logo
Primeiramente, gostaria deixar claro o porquê de iniciar este blog e o motivo de iniciar nesta jornada grails.

Tudo começou com uma proposta para trabalhar em um projeto que já estava utilizando Grails. Assim que soube da proposta fui dar uma olhada na net mais a fundo sobre este framework que eu já tinha ouvido falar, mas por já utilizar Java em minhas aplicações complexas e python/Django em aplicações rápidas me via bem equipado para qualquer situação. Até que eu notei uma grande semelhança na sintaxe do Grails com Python e Java. Foi quase amor a primeira vista.

Ok… Mas não foi tão simples assim. Como de costume, comecei a pesquisar exemplos práticos da linguagem para ter maior noção se eu me adaptaria com facilidade.

Achei um exemplo simples, mas, completo. Criei um sistema inteiro de cadastro de produtos, incluindo tela, acesso ao banco e todo o CRUD completo com apenas quatro linhas de comando simples e uma pequena alteração na classe de modelo gerada.

Detalhamento do procedimento executado:

1 – comando para a criação do projeto loja: grails create-app loja;

2 – comando para a criação da classe de domínio Produto: grails create-domain-class Produto;

3 – declaração os atributos de produto na classe gerada no diretório (“projeto” /grails-app/domain/ “package”/”classe”): String nome, double valor e Date dataCadastro;

4 – comando para a geração da estrutura lógica inicial do negócio para o domínio Produto, ou seja, (CRUD): grails generate-all loja.Produto;

5 – Pronto, agora é só executar e testar: grails run-app.

Por incrível que pareça o projeto já está pronto e funcional utilizando os templates default do grails e acesso ao HSQLDB para persistência.

app

Print do resultado após a execução da aplicação.

Por fim, esta foi apenas uma descrição de como é simples a criação de um projeto utilizando grails. Lembrando que ao final e gerado o bytecode do projeto, ou seja, o seu sistema terá o mesmo desempenho que os criados em Java. Espero que vocês estejam tão interessados quanto eu fiquei ao finalizar este exemplo, pois os próximos posts serão para a criação do mesmo projeto, porem detalhando cada comando.

Até a próxima.

Por: Jonatas Emidio

Etiquetado , ,